Prefeitura de Itabuna e Defensoria Pública definem implantação de programa de coleta seletiva com catadores
Na próxima sexta-feira, dia 28, representantes da Secretaria de Promoção Social e Combate Pobreza, além da Defensoria Pública do Estado, vão se reunir em Assembleia com os 130 integrantes da Associação dos Catadores de Lixo. O objetivo da reunião, que será em um anexo do Teatro Candinha Dórea, é fazer uma consulta para saber se mais catadores farão parte da agremiação, que foi criada após o fim do lixão, que operou por quase 40 anos.

A realização da assembleia foi definida nesta terça-feira, dia 25, durante uma reunião com a secretária municipal de Planejamento, Sônia Fontes, o secretário de Governo, Júnior Brandão, o superintendente de Serviços Públicos da Secretaria de Infraestrutura e Urbanismo, Francisco Sousa Lino Filho, Defensoria Pública e representantes do Conselho Municipal do Meio Ambiente e dos catadores de lixo.

A secretária Sônia Fontes, disse que após ser definida quantas pessoas vão integrar a Associação “Recicla Itabuna. Para viver mais”, haverá outro encontro na segunda-feira, dia 31, para tratar dos próximos passos da inserção dessas pessoas na atividade. “Já vamos debater o decreto para criar o programa de coleta seletiva, a estrutura da associação, além de um treinamento para os catadores”, adiantou.
Até o momento, 166 catadores foram cadastrados, para receberem os benefícios sociais, entre eles, cesta básica, uma bolsa financeira e o auxílio aluguel. No entanto, apenas 56 pessoas vão receber o auxilio para custear a moradia, pois vivem no lixão.

A defensora Pública Aline Brito, ressaltou a importância de todos os trabalhadores portarem o documento de identidade e que serão estabelecidos alguns critérios para integra a associação. “É necessário comprovar a atividade diária de catador e ter mais de 18 anos”, frisou.

VISITA AO GALPÃO

Após a reunião desta terça-feira, os representantes dos catadores, foram conhecer o galpão que será usado para triagem de resíduos sólidos. Eles foram acompanhados por equipes das Secretarias Municipais de Planejamento, Promoção Social e Combate a Pobreza. Além de representantes do Centro Público de Economia Solidária, e do gerente comercial da empresa CVR Costa do Cacau, responsável pela a gestão dos resíduos de Itabuna, Maurício Sena.

Ascom/PMI